O PAPEL DA IGREJA NA RESTAURAÇÃO DE VÍTIMAS DE ABUSO SEXUAL

Autores

  • Jéssica Miyake Coe Keppe Faculdade Fidelis
  • Fridbert August Faculdade Fidelis

DOI:

https://doi.org/10.53546/2674-5593.rc.2020.43

Palavras-chave:

Abuso sexual, Restauração de Vítimas, Igreja

Resumo

As vítimas, que em sua maioria trazem diversas marcas em decorrência do abuso sexual, necessitam do acolhimento correto e uma Igreja capacitada para fazê-lo. O objetivo do presente trabalho é despertar nos leitores, principalmente cristãos, interesse em combater o abuso sexual e lidar com aqueles que já foram afetados pelo mesmo. O método utilizado foi pesquisa bibliográfica, cujos livros e artigos são de autores cristãos e especialistas no assunto. Constatou-se que os casos de abuso sexual são mais frequentes do que as estatísticas podem mostrar. Neste sentido há um grande trabalho para a Igreja no que diz respeito a este tema e ainda que seja um assunto complexo de ser lidado é possível para a Igreja tornar-se relevante na sociedade, lidando com aqueles que foram afetados pelo abuso. A Igreja pode e deve participar da restauração de vítimas de abuso sexual.

Biografia do Autor

Jéssica Miyake Coe Keppe, Faculdade Fidelis

Bacharel em Teologia pela Faculdade Fidelis

Fridbert August, Faculdade Fidelis

Especialista em Teologia Aplicada pela Faculdade Fidelis, Mestre em Pastoral Care and Counseling pela AMBS (IN, EUA), Docente do curso de Bacharelado em Teologia da Faculdade Fidelis.

Referências

ALLENDER, Dan B. Lágrimas secretas: Cura para as vítimas de abuso sexual na infância. Mundo Cristão, 1999.

AURÉLIO, Dicionário. Significado de abuso. Disponível em <https://dicionariodoaurelio.com/abuso> Acesso em 06/11/2017.

BLASI, Marcia. Violência sexual na Infância: Rumo a um aconselhamento pastoral. TCC (Bacharel em Teologia) - Escola Superior de Teologia, São Leopoldo, 1997.

COELHO, Ana Alice Teixeira de Lima. Aconselhamento Pastoral em Casos de Abuso Sexual. 2010. 114f. Dissertação (Mestrado Profissional em Teologia) - Escola Superior de Teologia, São Leopoldo, 2/9/2010. Disponível em: <http://tede.est.edu.br/tede/tde_arquivos/1/TDE-2010-09-02T082531Z-219/Publico/coelho_aatl_tmp114.pdf>. Acesso em 24/10/2017.

COLLINS, Gray R. Aconselhamento Cristão: Edição século 21. São Paulo: Vida Nova, 2004. p. 346-363.

CRABB, Larry; ALLENDER, Dan. Esperança no sofrimento. São Paulo: Sepal, 2000.

FRANK, Jan. Uma porta de esperança: Reconhecendo e resolvendo os problemas do seu passado. São Paulo: Candeia, 1994.

GONÇALVES, Alexandre. O papel da Igreja na prevenção da violência contra crianças e adolescentes. 2011. Disponível em <https://teologizar.wordpress.com/2011/08/02/o-papel-da-igreja-na-prevencao-da-violencia-contra-criancas-e-adolescentes> Acesso em 24/10/2017.

KORNFIELD, Débora. Vítima, sobrevivente, vencedor: Apoio prático no caminho da cura. Curitiba: Esperança, 2012.

KORNFIELD, David. Introdução à Restauração da Alma. São Paulo: Mundo Cristão, 2008.

LAASER, Mark R. Curando as feridas do vício sexual. Curitiba: Editora Evangélica Esperança, 2013.

LANGBERG, Diane Mandt. Abuso sexual: Aconselhando vítimas. Curitiba: Editora Evangélica Esperança, 2002a.

LANGBERG, Diane Mandt. No limiar da esperança: Abrindo as portas para a Cura de Vítimas de Abuso Sexual. Curitiba: Editora Evangélica Esperança, 2002b.

LANGBERG, Diane Mandt; CLINTON, Tim. Guia prático para o aconselhamento de mulheres. Tradução: Josiane Zanon Moreschi. Curitiba: Esperança, 2012.

PRIBERAM, Dicionário. Significado de trauma. Disponível em <https://www.priberam.pt/dlpo/trauma> Acesso em 24/10/2017.

REVER, Ministério. Visão e Missão. Disponível em < http://www.ministeriorever.com.br/index.php/en/pages/missao> Acesso em 10/11/2017.

Downloads

Publicado

2021-03-17

Edição

Seção

Artigos