ALTAS HABILIDADES E TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE:

UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

Autores

  • Nayara Alves da Silva Faculdade Fidelis
  • Thiciane Pieczarka Faculdade Fidelis

Palavras-chave:

TDAH, Altas Habilidades/Superdotação, Educação Especial

Resumo

Esta pesquisa trata de uma pesquisa bibliográfica sobre as Altas habilidades/Superdotação e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade. Teve como objetivo geral investigar a relação entre Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD) e o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) a partir de um levantamento bibliográfico de pesquisas empíricas. Para isto foram utilizados artigos encontrados em plataformas de buscas nacionais e internacionais, onde foram selecionados 10 artigos. A partir dos resultados foi possível concluir que existe a possibilidade de um diagnóstico equivocado, assim como a validade do diagnóstico da dupla excepcionalidade. Também foi visto sobre a necessidade de uma melhor preparação do corpo docente e da escola para o atendimento dos indivíduos com dupla excepcionalidade.

Biografia do Autor

Nayara Alves da Silva, Faculdade Fidelis

Discente do Curso de Licenciatura em Pedagogia pela Faculdade Fidelis

Thiciane Pieczarka, Faculdade Fidelis

Doutora em Educação pela UFPR. Docente do curso de Licenciatura em Pedagogia da Faculdade Fidelis.

Referências

ALENCAR, E. M. L. S; FLEITH, D. S. Superdotados: determinantes, educação e ajustamento. 2ª Ed. São Paulo: EPU, 2001.

ALENCAR, Eunice M. L. Soriano de. O aluno com altas habilidades no contexto da educação inclusiva. Movimento Revista de Educação do programa de pós graduação faculdade de educação. Niteroi, RJ, v. 7. P.60-69. Ano 2003. Disponível em: <https://periodicos.uff.br/revistamovimento/article/view/32466>. Acesso em: 03 de jun. 2020.

ALMEIDA, Maria Amélia; CAPELLINI, Vera Lúcia M.F. Alunos Talentosos: Possíveis superdotados não notados. In: DIETER STOBÄUS, Claus; MOURIÑO MOSQUERA, Juan José (org). Educação e inclusão: Perspectivas desafiadoras. EDIPUCRS, 2017. Disponível em: <https://books.google.com.br/books?id=ZHJqDgAAQBAJ&hl=pt-BR&source=gbs_navlinks_s>. Acesso em: 11 de maio 2020.

ALVES, Rauni Jandé Roama; NAKANO, Tatiana de Cássia. A dupla-excepcionalidade: relações entre altas habilidades/superdotação com a síndrome de Asperger, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade e transtornos de aprendizagem. Revista Psicopedagia. vol.32. n°.99. p.346-360. São Paulo. 2015. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862015000300008>. Acesso em: 09 de jun. 2020

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION (APA). Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

ANTSHEL, Kevin M. et al. Is attention deficit hyperactivity disorder a valid diagnosis in the presence of high IQ? Results from the MGH Longitudinal Family Studies of ADHD. Journal of Child Psychology and Psychiatry, v. 48, n. 7, p. 687-694, 2007. Disponível em: <https://doi.org/10.1111/j.1469-7610.2007.01735.x>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

ANTSHEL, Kevin M. Attention‐Deficit Hyperactivity Disorder in the context of a high intellectual quotient/giftedness. Developmental Disabilities Research Reviews, v. 14, n. 4, p. 293-299, 2008. Disponível em: <https://doi.org/10.1002/ddrr.34>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIDA DO DÉFICIT DE ATENÇÃO (ABDA), O que é TDAH? 2020. Disponível em: <https://tdah.org.br/sobre-tdah/o-que-e-tdah/>. Acesso em: 25 de out. 2020.

AZEVEDO, Sonia Maria Lourenço de; METTRAU, Marsyl Bulkool . Altas habilidades/ superdotação: mitos e dilemas docentes na indicação para o atendimento. Psicologia: Ciência e Profissão. vol.30 n°.1, p.32-45. Brasília, 2010. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932010000100004&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 04 de ago. 2020.

BAUM, Susan M.; OLENCHAK, F. Richard; OWEN, Steven V. Gifted students with attention deficits: Fact and/or fiction? Or, can we see the forest for the trees?. Gifted Child Quarterly, v. 42, n. 2, p. 96-104, 1998. Disponível em: <https://doi.org/10.1177/001698629804200204>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

BRASIL. Lei nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa diretrizes e bases para o ensino de 1º e 2º graus, e dá outras providências. Diário Oficial da União, 1971. Disponível em: <https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1970-1979/lei-5692-11-agosto-1971-357752-publicacaooriginal-1-pl.html>. Acesso em: 14 de maio 2020.

BRASIL, L. D. B. Lei 9394/96–Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em: 24 de abr. 2020

BRASIL. Resolução n.º 02/2001, instrui as Diretrizes Nacionais da Educação Especial para a Educação Básica. Brasília: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica. 2001. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf>. Acesso em: 09 de jun. 2020

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF: MEC, 2008.

BUDDING, Deborah; CHIDEKEL, Dana. ADHD and giftedness: a neurocognitive consideration of twice exceptionality. Applied Neuropsychology: Child, v. 1, n. 2, p. 145-151, 2012. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1080/21622965.2012.699423>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

CORDEIRO, Mara L. et al. Co-occurrence of ADHD and high IQ: a case series empirical study. Journal of attention disorders, v. 15, n. 6, p. 485-490, 2011. Disponível em: <https://doi.org/10.1177/1087054710370569>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

DIAS, Elaine. HOWARD GARDNER: O QUE É INTELIGÊNCIA. ISI INFINITY, 2019. Disponível em: <https://isiinfinity.com.br/howard-gardner-o-que-e-inteligencia/>. Acesso em: 25 de out. 2020.

DELOU, Cristina M. C. Políticas públicas para a educação de superdotados no Brasil. In: DELOU, C. M. C.; FLEITH, D. S. ; ALENCAR, E. M. L. S. ; FRANCA, I. B. . Políticas Públicas para Identificação e Educação de Superdotados: Como Educar Talentos. 57ª Reunião Anual da SBPC: Do sertão olhando o mar cultura e ciência, 2005, Fortaleza. Disponível em: <http://www.sbpcnet.org.br/livro/57ra/programas/CONF_SIMP/textos/cristinadelou.htm#_ftn1>. Acesso em: 09 de jun. 2020.

DELOU, Cristina Maria Carvalho. Educação do Aluno com Altas Habilidades/ Superdotação: Legislação e Políticas Educacionais para a Inclusão. In: FLEITH, Denise de Souza (org.). A Construção de Práticas Educacionais para Alunos com Altas Habilidades / Superdotação. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, v. 1, p. 2, 2007. p. 25-40. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me004654.pdf>. Acesso em: 24 de abr. 2020.

DISRUPTIVO. In: DICIO, Dicionário Online de Português. Porto: 7 Graus, 2020. Disponível em: <https://www.dicio.com.br/disruptivo/>. Acesso em: 20 de out. 2020.

FAVERI, Fanny Bianca Mette de; HEINZLE, Marcia Regina Selpa. Altas Habilidades/Superdotação: políticas visíveis na educação dos invisíveis. Revista Educação Especial, v. 32, p. 118-1-23, 2019.

FUGATE, C. Matthew; ZENTALL, Sydney S.; GENTRY, Marcia. Creativity and working memory in gifted students with and without characteristics of attention deficit hyperactive disorder: Lifting the mask. Gifted Child Quarterly, v. 57, n. 4, p. 234-246, 2013. Disponível em: <https://doi.org/10.1177/0016986213500069>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

GUIMARÃES, Ana. Superdotação, um mito a ser quebrado. Portal MEC, 2008. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/222-537011943/11472-sp-1382258960>. Acesso em: 14 de maio 2020.

LEE, Kelly M.; OLENCHAK, F. Richard. Individuals with a gifted/attention deficit/ hyperactivity disorder diagnosis: Identification, performance, outcomes, and interventions. Gifted Education International, v. 31, n. 3, p. 185-199, 2015. Disponível em: <https://doi.org/10.1177/0261429414530712>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

MCCOACH, D. Betsy; SIEGLE, Del; RUBENSTEIN, Lisa DaVia. Pay attention to inattention: Exploring ADHD symptoms in a sample of underachieving gifted students. Gifted Child Quarterly, v. 64, n. 2, p. 100-116, 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.1177%2F0016986219901320>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

Neurobiológico. In: Dicionário in Formal, 2020. Disponível em: . Acesso em: 11 de dez. 2020.

OUROFINO, Vanessa T.A.T. de; FLEITH, Denise de Souza. Um estudo comparativo sobre a dupla excepcionalidade superdotação/hiperatividade. Avaliação Psicológica, v. 4, n. 2, p. 165-182, 2005. Disponível em: <https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=335027498008>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

PAIVA, Maria Lúcia da Silva. Dificuldades no trabalho com alunos com Altas habilidades/Superdotação segundo docentes do Ensino Fundamental. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Humano, Educação e Inclusão Escolar)-Universidade de Brasília, Universidade Aberta do Brasil, Brasília. 2015. Disponível em: <https://bdm.unb.br/handle/10483/15894>. Acesso em: 04 de ago. 2020.

PÉREZ, Susana Graciela Pérez Barrera; FREITAS, Soraia Napoleão. Políticas públicas para as Altas Habilidades/Superdotação: incluir ainda é preciso. Revista Educação Especial, v. 27, n. 50, p. 627-640, 2014. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/index.php/educacaoespecial/article/view/14274>. Acesso em: 12 de maio 2020.

PÉREZ, Susana Graciela Pérez Barrera. RODRIGUES, Sheila Torma. Pessoas com Altas Habilidades/Superdotação: das confusões e outros entreveros. Revista Brasileira de Altas Habilidades/Superdotação, v. 1, n. 1, jan./jun. 2013. p.21-30. Disponível em: <https://conbrasd.org/docs/2_PUBLICACAO/REVISTAS/REVISTA_N_1.PDF#page=21>. Acesso em: 09 de jun. 2020.

RANGNI, Rosemeire de Araújo; COSTA, Maria da Piedade Resende da. A educação dos superdotados: história e exclusão. Revista Educação-UNG-Ser, v. 6, n. 2, p. 16-24, 2011. Disponível em: <http://revistas.ung.br/index.php/educacao/article/view/923>. Acesso em: 07 de maio 2020.

ROMMELSE, Nanda et al. An evidenced-based perspective on the validity of attention-deficit/hyperactivity disorder in the context of high intelligence. Neuroscience & Biobehavioral Reviews, v. 71, p. 21-47, 2016. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1016/j.neubiorev.2016.08.032>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

SCHWARTZMAN, J. S. Transtorno de Déficit de Atenção. São Paulo: Memmon. 2001.

UEHARA, Emmy; CHARCHAT-FICHMAN, Helenice; LANDEIRA-FERNANDEZ, Jesus. Funções executivas: um retrato integrativo dos principais modelos e teorias desse conceito. Neuropsicologia Latinoamericana, Calle , v. 5, n. 3, p. 25-37, 2013 . Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2075-94792013000300004&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 25 out. 2020.

VIRGOLIM, Angela Mágda Rodrigues. A contribuição dos instrumentos de investigação de Joseph Renzulli para a identificação de estudantes com Altas Habilidades/ Superdotação. Revista Educação Especial, v. 27, n. 50, p. 581-610, 2014. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/14281/pdf>. Acesso em: 24 de abr. 2020.

Downloads

Publicado

2021-03-17

Edição

Seção

Artigos